Atividade Física na Gravidez

Gravidez não é motivo para o sedentarismo!  Exercícios físicos moderados e monitorados são seguros e benéficos para a mãe e o bebê. Cada mulher se adapta diferentemente as alterações fisiológicas de sua gravidez , levando em consideração essas modificações o fisioterapeuta pode implantar cuidadosamente um programa de exercícios terapêuticos.

exercicio-na-gravidez

Exercícios são indicados para todos , em qualquer idade ou fase da vida, e com as grávidas seria diferente. As mulheres em geral ficam mais motivadas nesta época de suas vidas, e iniciar os atividades físicas nesta fase tem uma grande chance de introduzir importantes mudanças no estilo de vida, acrescentando uma rotina mais saudável, principalmente após a chegada do bebê.

Um programa de exercícios ou simplesmente alguma atividade física trará diversos benefícios para mãe e o seu bebê, como, a facilitação no trabalho de parto e recuperação mais rápida no pós-parto. Com exercícios durante o pré-natal a grávida terá mais consciência corporal, a prevenção da perda do tônus muscular, ganho de flexibilidade, desenvolvendo uma boa postura e uma melhor caminhada. Além da prevenção de dores, principalmente a lombalgia, diástase do reto abdominal e da incontinência urinária, e até mesmo as temidas diabetes gestacional, pressão alta, aumento de peso corporal, edemas e câimbras podem ser controladas através dos exercícios.

A hidroterapia, exercícios ativos moderados, pilates, ioga, caminhada, corrida leve  são alguns exercícios indicados, mas, devemos sempre levar em consideração as condições de cada mulher,  que sofre diversas alterações em cada parte do corpo desde o momento da concepção para atender às diversas necessidades do crescimento do bebê. O sedentarismo, nível de fadiga, adaptação ou não ao tipo de exercício, náuseas, vômitos, mudanças de apetite, constipação e azia também podem interferir na capacidade e a motivação da mulher grávida em realizar os exercícios.

Claro, que antes de iniciar qualquer treinamento as mulheres grávidas ou no pós-parto devem ter a aprovação do médico, serem avaliadas para possíveis complicações ou fatores de risco que a impossibilitem ou que possam restringir algumas atividades. E falando nisso, atividades de contato, impacto, alta velocidade ou de alta resistência devem ser desencorajadas ou evitadas.

Estando tudo bem, procure um bom profissional e tenha consciência que para colher os benefícios os exercícios devem ser feitos com certa regularidade, alongar sempre antes e depois, mudanças de posições devem ser feitas com cuidado, modificar os exercícios de acordo com o estágio da gravidez, e qualquer aparecimento de sintomas anormais consultem o médico; além das dicas básicas, de sempre beber bastante líquido, usar roupas leves e ter uma boa alimentação.

Pensem nisso gravidinhas ou futuras mamães do Mente Fitness, as mulheres que participam de um programa exercício durante a gravidez exibem um menor número de desconfortos relativos à gravidez, então aproveite para usufruir dos benefícios e aproveitar para melhorar também o humor e a auto-estima.

Beijos da Amanda =*

Fonte: Hall,  Carrie M., Exercício Terapêutico: Em busca da função, 2º edição, Guanabara Koogan, 2007. 

 

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: