Blefarospasmo – tremor nas pálpebras

Você já sentiu tremor nas pálpebras? Impossível de se controlar, pode durar dias, em curtos intervalos de tempo. Mas por que isso é tão comum e, ao mesmo tempo, difícil de ser evitado?

Blefarospasmo consiste na ocorrência de espasmos nas pálpebras. Esse espasmo é involuntário, pode ocorrer sem motivo aparente, sem causa, mas pode também ser decorrente de alguma doença nos olhos ou nos nervos do rosto. O tremor ocorre no músculo palpebral ou no músculo orbicular (que envolve os olhos).

As principais causas do tremor nas pálpebras

  • Cansaço extremo
  • Estresse, nervosismo, ansiedade
  • Ingestão excessiva de cafeína (café, chá, refrigerante) ou álcool
  • Falta de vitaminas e sais minerais
  • Carência de potássio
  • Uso de óculos com grau errado e inadequado (raramente)
  • Ressecamento ocular (olho seco)
  • Alergia ocular

No entanto, é importante ressaltar que em grande parte dos casos não é possível identificar a causa do tremor dos olhos. Algumas alterações oculares também podem causar esse tremor:

  • Síndrome do olho seco
  • Ceratite
  • Ponto solto (para quem fez alguma cirurgia nos olhos e o ponto fica exposto)

Os principais sinais e sintomas de blefarospasmo incluem:

  • Tremores e espasmos incontroláveis, involuntários e repetitivos nas pálpebras (geralmente, na pálpebra superior)
  • Sensibilidade intensa à luz (fotofobia)
  • Visão embaçada.

Uma vez iniciados os espasmos, eles podem continuar indo e vindo por alguns dias. Depois, desaparecem por completo. A maioria das pessoas que apresenta blefarospasmo tem esse tipo de espasmo nas pálpebras apenas ocasionalmente e, também na maior parte das vezes, nem se percebe quando os espasmos cessaram.

Como tratar?

O mais recomendado é o repouso, desacelerar. Procurar descansar, evitar cafeína e bebidas alcoólicas, procurar praticar atividade física e atividades que te dê prazer. Caso os sintomas não passem, o mais indicado nesse caso é procurar o oftalmologista. Ele irá fazer alguns exames e diagnosticar o melhor tratamento. Lembre-se de movimentar-se, prevenir sempre é a melhor solução. Beijos

 

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: