Cálcio x Contração Muscular

cálcioQuando falamos em CÁLCIO é impossível não lembrar do leite e seus derivados, concordam comigo?

Atualmente, o consumo do leite e seus derivados vem sofrendo uma diminuição devido a grande propagação que há na mídia sobre a LACTOSE (esse será um assunto para outra postagem) e seus possíveis malefícios (mesmo em quem não possui intolerância). O que muita gente esquece é que o leite não possui apenas lactose em sua composição, mas, é rico em cálcio que é um mineral comumente conhecido  pela calcificação óssea, formação dos dentes e por demais reações para manter a homeostase corporal.

Então você se pergunta: e qual a importância de ingerir cálcio todos os dias?

Você treina para obter resultados correto? Quando você realiza um exercício físico o que acontece? CONTRAÇÃO MUSCULAR! Então, qual a relação da contração x cálcio = resultados? Ai te respondo cientificamente e fisiologicamente: O músculo esquelético é formado por inúmeras fibras, cada fibra muscular é formada por unidades funcionais menores, sendo essas formadas principalmente por actina (essa, composta por Tropomiosina e troponina) e miosina; essas por sua vez, participam do processo da contração muscular. A troponina, possui afinidade pelos íons de cálcio, nessa interação de afinidade, as miofibrilas interagem e deslizam umas sobre as outras. Agora, a ligação do Ca2+ com a troponina desencadeia uma alteração resultando na ativação do ATP- ponte cruzada gerando um acoplamento físico-químico entre actina e miosina. Esse  acoplamento (actina e miosina) vai levar a ativação da enzima ATPase dependente de Mg2+ gerando a hidrólise do ATP, que vai resultar na  desintegração do ATP em ADP e Pi. A hidrólise vai permitir a liberação de energia e também a mudança de angulação das pontes cruzadas, levando a contração muscular.

Resumindo, o que eu quis dizer é que: além de outras funções na homeostase corporal, o cálcio é fundamental no processo de contração muscular, e quando você não mantém sua reserva em quantidade adequada, você pode sofrer com a ocorrência de espasmos musculares, osteopenia e também se seguir uma rotina de treinos e seguir uma dieta pobre em cálcio, o seu corpo vai  gerar a hipocalcemia  que é quando há a retirada do cálcio dos ossos para realizar as reações intracelulares, levando ao desenvolvimento de descalcificação óssea (processo que contribui para o enfraquecimento dos ossos). Se você decidiu excluir da dieta o leite e seus derivados, inclua os folhosos verdes escuros como o espinafre, brócolis e couve.

>> Suplementos de cálcio elevam o risco cardíaco? <<

Fontes: Guyton, Arthur C. e Hall, John E.. Tratado de Fisiologia Médica, Rio de Janeiro: Elsevier, 2006. / MAURO, A.B.B. et al, 2003.

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: