Contração muscular: tipos e diferenças!

O movimento é uma função essencial para o corpo, resultante de contrações e relaxamentos musculares. Os músculos presentes no corpo inteiro, são responsáveis principalmente pelos movimentos, pela estabilidade do esqueleto e várias outras funções no corpo. Existem três tipos básicos de tecido muscular: o esquelético, o liso e o estriado cardíaco. E para manter ou estimular o músculo esquelético usamos tipos diferentes de contrações musculares.  

As contrações musculares mais comuns são a isométrica, isotônica e ainda existe a isocinética que é realizada com um equipamento especial capaz de produzir contrações.

Saiba Mais >> Cálcio X Contração Muscular .

 

contração muscularA contração isométrica ocorre quando o músculo se contrai, produzindo mais força sem mudar o comprimento do músculo, ou seja, não há movimento articular, é realizada de forma estática e isolada. Para o trabalho de ganho de força muscular e prevenção de lesões.

 

exercicio isometrico

 

 

A contração isotônica ocorre quando um músculo se contrai, o comprimento do músculo muda e o ângulo da articulação. As contrações isotônicas são subdivididas em contrações concêntricas e excêntricas.

 

 

 

Contrações ConcêntricasContrações Concêntricas

  1. As inserções musculares se movem juntas uma em direção da outra e o músculo diminui.
  2. O movimento ocorre contra a gravidade, uma posição de elevação.
  3. Se o movimento está ocorrendo com a gravidade, o músculo está superando uma força maior do que a atração da gravidade.
  4. A contração é usada com uma velocidade de aceleração.

 

Contrações ExentricasContrações Excêntricas

  1. As inserções musculares se movem separadamente, o músculo parece alongar.
  2. O movimento ocorre com a gravidade, uma posição de abaixamento.
  3. A contração é usada com uma atividade de desaceleração.
  4. A contração produz forças maiores.

 

Nas atividades físicas usamos as contrações para a hipertrofia muscular e também para melhorar o desempenho do músculo em alguma competição, por exemplo. Na fisioterapia estimulamos propositadamente um músculo para manter ou recuperar seu comprimento normal de repouso que passou muito tempo em desuso ou por alguma doença específica.

A contração muscular tem a capacidade de gerar a maior fonte de força dentro do corpo humano, mas está presente desde um simples aperto de mão a um singelo sorriso. E para que isso ocorra é preciso que de alguma maneira se estimule os músculos. Há sempre uma melhor maneira de manter os músculos vivo, ativo, oxigenado, encontre a sua.

Fonte: Lippert S. Lynn; Cinesiologia Clínica para Fisioterapeutas, Terceira Edição, Guanabara Koogan

 

 

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: