HERNIA DE DISCO LOMBAR: O que é e como proteger a coluna desse mal.

A nossa coluna vertebral é uma linha de ossos, verticalmente, chamadas de vértebras, separadas por discos de cartilagem. Essa linha de vértebras foi organizada pela evolução da espécie para servir de apoio a outros ossos do esqueleto e proteger a medula espinhal, que passa por um canal no interior da coluna e de onde saem os nervos responsáveis por todos os nossos movimentos e sensações.

Uma das lesões mais sérias da coluna é a HERNIA. A Hérnia de Disco é uma lesão inflamatória que ocorre nos discos, que são amortecedores absorventes de impactos durante uma determinada situação de estresse.

hernia de discoEla pode ser dividida em:

  • Hérnia Cervical
  • Hérnia Torácica
  • Hérnia Lombar

Aqui falarei apenas da lesão na região Lombar, visto que este ocorre com mais incidência e compromete toda a mobilidade do corpo.

A hérnia de disco lombar é uma lesão que ocorre nas estruturas entre as vértebras lombares, podendo chegar na parte pouco articulada (ou quase sem movimento) da coluna, a Sacral. Relatos de pessoas que possuem esta lesão mostram o seu início com dores que lembram incômodos musculares e aumentam gradativamente. Em consultas com ortopedistas, nos lesionados sempre aparecem o que os médicos chamam de protrusão discal, que nada mais é do que um pinçamento (ou pressão) do disco entre as vertebras. Aparecem como uma “barriga” entre os ossos da coluna e vai aumentando à medida que a lesão progride. Normalmente suas dores são confundidas com problemas musculares ou dores por causa do pinçamento do Nervo Ciático.

Uma lesão na região lombar impossibilita diversos movimentos, tais como: agachar, correr, girar o corpo. Quer dizer, quase todas as atividades da vida diária. E as dores sempre “descem” pela perna para o lado da lesão. A princípio o que recomendo é ir ao ortopedista. Após tratar com medicamentos, vem a parte mais legal, o tratamento não-medicamentoso. Fisioterapia é imprescindível e faz parte de todo o tratamento, e após as sessões, fortalecimento de músculos e articulações que protegem a região.

davidDICA DAVID HALULI:

Um dos procedimentos para que esta lesão não ocorra é a melhoria do padrão postural. A forma de se sentar e levantar pode acometer essa lesão. Exercícios de alto impacto, sem a devida orientação, tais como correr ou saltar, pode fazer com que esses amortecedores sejam machucados gradativamente. Pessoas idosas, devido à perda óssea fisiológica, são mais propensas a ter a lesão.

Outro procedimento, e o mais FIEL, é o fortalecimento muscular GERAL e melhora da mobilidade articular, com mais ênfase nas musculaturas que circulam e apoiam a região lombar. São elas: Abdômen, glúteo e eretores de espinha. São músculos que auxiliam na mobilidade do tronco e quadril e a base de estabilidade do nosso corpo.

A utilização do profissional de Educação física, em conjunto com fisioterapeutas e ortopedistas é essencial para que a lesão não progrida . Sua coluna agradece!

 

Escrito por David Haluli, professor formado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), possui vasta experiência na área de treinamento de força e há 4 anos se encantou pelo treinamento funcional e pelo movimento humano, certificando-se como Master MVF (Motricidade Voluntária Funcional).

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: