Lesões por esforços repetitivos (LER)

Olá mente fitness. Hoje vamos falar um pouco sobre as principais lesões que ocorrem no nosso dia a dia para aqueles que fazem esforços repetitivos.

A LER não é uma doença propriamente dita, mas engloba todos os problemas nos ossos e músculos que tenham origem em atividades repetitivas. Normalmente, o mal está ligado ao trabalho, mas isso não é regra.

Tendinite

As alterações mais comuns são:

Síndrome do túnel do carpo: ocorre no meio do punho apresentando dor, alteração de sensibilidade e formigamento. Sua causa é devido ao excesso de digitação, abrir e fechar as mãos, amassar massas, fazer escova no cabelo, contar dinheiro, são alguns dos exemplos.

Tendinite de Quervain: é desencadeada pela rotação do punho. Atinge a lateral do punho em direção ao polegar. Acontece por torcer roupa, cortar algo duro com tesoura ou parafusar com chave de fenda.

Dedo em gatilho: acomete a palma da mão e é por jogar videogame por muitas horas, carregar sacolas pesadas, dirigir carro ou moto, lavar o cabelo, amassar o pão, segurar algo com os dedos.

Epicondilite lateral: é uma dor na região de fora do cotovelo, por empurrar algo muito pesado ou carregar objetos grandes com alças.

Como podemos observar, todos os exemplos de atividades são do nosso dia a dia. Para evitar o surgimento de dores e lesões, precisamos ter alguns cuidados: Como, fazer pausas durante as atividades, seja para tomar um copo com água, ir ao banheiro, ou até fazer um lanche. Como também, precisamos respeitar o limite do nosso corpo, não podemos pegar peso em excesso, pois além do risco de causar dor no cotovelo podemos desencadear dores lombares. Outra observação pertinente é a para quem trabalha 8 horas no computador. Se você é uma delas, observe se o computador está adaptado a você, se sua mesa de trabalho esta alinhada e na altura adequada. E por fim, aquelas pessoas que amam trabalhos manuais, muito cuidado com o tempo que os faz. Fazer tricô, crochê, scrapbook, EVA é divino! Mas, precisa-se ter pausas, evite fazer essas atividades distraído, pois você excede o tempo que suas mãos estão em movimento e acaba causando muita dor.

Por fim, o mais importante é respeitar seus limites, alongar-se várias vezes ao dia. Cuide-se! E se está com dor, se identificou com algum sintoma, procure um profissional especializado para cuidar. Uma simples tendinite tem cura sim. Mas precisa ser tratado. Até a próxima. Beijos.

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: