Hiit: que treino é este ?

Olá equipe Mente Fitness, tudo bem com vocês?

Ultimamente estamos ouvindo falar bastante no treino de HIIT, muito elogio ao treino, muita empolgação, vários profissionais de educação física recomendando.  Mas e ai, o que é isto? Como se treina? Para que e para quem serve? Isso é o que abordaremos neste post. Então vamos lá!

Antes de tudo, vamos decifrar,  HIIT é a abreviação de High Intensity Interval Training, termo inglês para Treino Intervalado de Alta Intensidade.

Ou seja, o HIIT, nada mais é que um treinamento que exija uma alta intensidade em um pequeno espaço de tempo, sendo assim um treino lento de 1 hora, comumente realizado nas academias, passaria a ter em média cerca de 8 min ou até menos, contudo que seja realizado em intensidade elevada, levando você a dar seu máximo em diversos pontos do seu corpo, durante o treinamento.

Segundo o American College of Sports Medicine, os treinos de HIIT, são executado com a frequência cardíaca máxima, estimada entre 80% a 95% de uma pessoa. Isto inúmeras vezes seguidas durante o mesmo treino. Quando comparamos este dado, ao dado de um treino normal, podemos notar a diferença da intensidade, pois um treino normal, que realizamos em uma academia, geralmente nos leva a uma frequência cardíaca máxima estimada entre 40% a 50%.

Lembrando que a frequência cardíaca máxima, vai variar de acordo com a intensidade de cada um e nem todos que realizarem este tipo de treinamento chegará a um nível tão elevado.

Dentre os pontos positivos de se treinar o HIIT, destacam-se:

  • aptidão aeróbia e anaeróbia;
  • pressão sanguínea;
  • saúde cardiovascular;
  • sensibilidade à insulina (o que ajuda os músculos exercem mais facilmente usar a glicose como combustível para produzir energia);
  • gordura abdominal e peso corporal, enquanto manutenção da massa muscular.

Segundo estudos realizados sobre o treinamento de HIIT, foi observado que este tipo de treino queima mais gordura, e tem como sua grande vantagem a utilização do EPOC (consumo excessivo de oxigênio após o exercício), isto é bastante importante, pois quando treinamos em elevada intensidade o corpo demora mais tempo para retornar ao seu estado comum, no entanto, durante todo este tempo que ele leva a retornar ao normal o metabolismo continua acelerado e mais calorias gastamos durante o resto do dia!

O treinamento de HIIT fornece benefícios equivalentes aos resistência, porém, em treinamentos mais curtos, isto pelo fato do HIIT gastar mais calorias do que os tradicionais, especialmente no pós treino, como vimos anteriormente.

Com tantas coisas boas sobre o HIIT, também devemos ter algumas precauções. Como podemos notar, o nível de exigência cardíaca para este tipo de treino é bastante elevado e já por este fato notamos que nem todos de uma hora para outra pode executar o HIIT. Sendo assim, pessoas que estão sedentárias ou com grande período de inatividade física pode ter um aumento da doença coronária. A história familiar, tabagismo, hipertensão, diabetes (ou pré-diabetes), os níveis de colesterol anormais e obesidade vai aumentar este risco.

Hoje, podemos ver muitas pessoas praticando o HIIT até mesmo por aplicativos de celular, o bom é que ao menos estão fazendo exercício, mas como toda atividade devemos fazer exames clínicos e ver como está nosso corpo, pois ao vermos um treino de apenas 7 min, nos iludimos e achamos inofensivo, mas como podemos notar, além de ser muito positivo também pode ser muito perigoso. Vá em um médico e posteriormente procure seu profissional de Educação Física para que oriente você corretamente.

 

Então equipe, foco no treino, força para lutar e fé para seguir em frente todos os dias!

 

Fontes:

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: