Treinamento Funcional e Lombar

Sabe-se que nos dias atuais a maior parte da população passa o maior tempo da sua vida sentada, seja no trabalho, em casa ou no trânsito.

A dor lombar pode atingir cerca de 65% das pessoas anualmente e até 84% das pessoas em algum momento da sua vida.

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é o segundo estado de saúde que mais cresce no Brasil (13,5%), ficando apenas atrás dos casos de hipertensão arterial (14%).

E a grande maioria desse grupo, queixam-se de  dor na coluna, principalmente  na região lombar. Se analisarmos bem, a maioria das nossas articulações encontra-se em flexão, e isso não é nada legal.

A definição de flexão já diz, flexão é o momento onde ocorre o encurtamento da musculatura.  Segundo Nordin e Frankel,  quando ficamos sentados por muito tempo , o tronco sempre vai está em flexão , ou seja, se o individuo ficar muito tempo sentado, ele sobrecarrega duas vezes mais a coluna, do que ele ficando mais tempo em pé.

Porque isto ocorre ?

Porque nossa coluna lombar tem como posição anatômica lordótica, posição esta, que foi dada por natureza. E está tendo que se modificar.

Mas como podemos evitar isto?

Com algumas atividades simples que podem ser feitas até mesmo em nosso trabalho.

De levantar e ir caminhar, alongar-se…

Mas também tem os profissionais de educação física , que podem auxiliar prescrevendo um treinamento funcional para o individuo. Como?

Na sua Ficha de treino, deve ter principalmente exercícios livres, utilizando posições ajoelhadas, semi-ajoelhado, em pé e até mesmo deitado.

E sentado não? Evite ao máximo fazer exercícios sentado, porque você já passa a maioria do seu tempo sentado. Aí tem aquela pessoal que diz : -Mas eu treino em uma academia onde a maioria dos professores passam exercícios sentados, meu jovem avise ao seu professor que você trabalha sentado, e que isto está sobrecarregando ainda mais sua coluna. Peça para ele reavaliar seu treino.

E muitos deles ainda prescrevem abdominais tradicionais como flexão e extensão de tronco para reforçar a lombar… Não ! eles não estão errados.

Mas seria a melhor opção  para este caso ?

O individuo já passa a maior parte do dia em flexão de tronco, ele precisa fazer mais movimento de flexão ? Tem alguma coisa errada.

Neste caso, abdominais com bases estável seria a melhor opção , como também a mais segura !

Por exemplo: ( prancha com apoio no solo, prancha lateral ).

Então você que passa a maioria do seu tempo sentado, fortaleça o centro do corpo(core), e durante os exercícios estabilize bem o core , alongar bem os glúteos, também vai minimizar muito suas dores.

 

Referencias :

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Um panorama da saúde no Brasil: acesso e utilização dos serviços, condições de saúde e fatores de risco e proteção à saúde, 2008. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística: 2010.

Nordin, M., & Frankel, V. H. (Eds.). (2001). Basic biomechanics of the musculoskeletal system. Wolters Kluwer Health.

 

Lucas Rafaell, estudante em Educação Física,extremamente apaixonado por Treinamento Funcional e Reabilitação. Atualmente Prof.estagiário do Studio Accel e Academia Hi Espinheiro. Tem como objetivo especializar-se em Treinamento Integrado Desportivo e Reabilitação.

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: