WHEY PROTEIN: Whey + carboidrato ou Isolada ?

A whey protein Isolada favorece a síntese proteica ou preciso adicionar carboidrato ?

tomar-whey-proteinUma dúvida que muita gente tem é de como se suplementar no pós-treino. Será que sempre tem que ter carboidrato na sua whey? Se ela for isolada, será que vai ajudar na hipertrofia?

Bom, quem pensa que para ocorrer a síntese proteica no pós treino tem que ter a combinação da whey + carboidrato está totalmente enganado, eu diria que com o pensamento do homem das cavernas rsrsrs. De fato, muitas pessoas dizem que é um desperdício utilizar a whey isolada, que para ocorrer a síntese após o treinamento deve-se fazer a combinação da whey com um carboidrato, só que de fato, em alguns casos se faz a indispensável a combinação desses suplementos, mas cada caso é um caso, então vamos entender agora o porque a whey isolada pode e deve ser tomada (sem nenhum carboidrato e mesmo assim contribuir para uma boa síntese proteica no pós-treino).

Para atletas que precisam da melhora da performance em algumas atividades (tanto antes, durante ou após) ou que possuem um baixo % de gordura, alto metabolismo e visam aumento da massa magra (mas tem dificuldades em conseguir aumentar essa massa) é indicado a utilização da combinação porque o carboidrato aumenta a glicemia e também os níveis de insulina, ativando assim a via anabólica que potencializa a síntese de proteínas, aumentando a quantidade de glicose no sangue reduzindo assim a degradação proteica ( a quantidade de glicose cessa o processo de lipólise = quebra dos adipócitos, que é ainda maior no período pós-treino ).

Quando o objetivo é diminuir o % de gordura mantendo a massa magra, definição muscular ou pessoas que tem o metabolismo mais lento, alto % de gordura e visa a hipertrofia é muito bem-vindo sim o uso de whey isolada no pós-treino. O que muita gente não sabe é que os aminoácidos (isoleucina, leucina, valina, lisina e treonina) presentes na whey aumentam a secreção de insulina no pâncreas a partir das células-B ativando assim a via anabólica (mTOR), promovendo a redução da degradação proteica e aumento da absorção dos BCAAS (aminoácidos de cadeia ramificada já citados) assim, contribuem para a reparação muscular sendo capazes de ativar a síntese proteica. Logo, contribuem para a secreção de insulina mas não atrapalham na queima da gordura. Espero ter ajudado vocês com mais essa dúvida amores!

Marquem aqui seus amigos também e dividam conhecimento! Beijos da nutri

 

 

Comentários

Comentários

Compartilhe através do: